No post de hoje, queremos falar sobre a corrosão dos metais, um dos problemas mais frequentes que encontramos no setor industrial, bem como no setor náutico e que coloca em risco a segurança de todos.

De seguida, explicaremos o que causa a corrosão metálica e ofereceremos as chaves para resolvê-lo. Continue a ler!

O que é a corrosão?

No Dicionário encontramos a corrosão definida como o «desgaste gradual dos corpos metálicos pela ação de agentes externos». Em outras palavras, entendemos a corrosão como o desgaste de um metal como resultado de reações químicas produzidas entre ele e o ambiente que o rodeia.

corrosão dos metais

 

É o mesmo oxidação e corrosão?

Existe uma diferença entre oxidação e corrosão. Por um lado, a oxidação é o ataque de oxigênio – geralmente ar ou água – a um material, enquanto a corrosão é o resultado desse ataque: a deterioração.

 

Fatores que determinam a forma e a velocidade da corrosão

A forma e a velocidade na qual a corrosão metálica ocorre são dadas pelo tipo de metal e condições ambientais, particularmente os gases e outros fluidos que estão em contacto com o metal.

Tipos de metais

Existem diferentes metais classificados, geralmente, em quatro tipos:

– Básicos: cobre, chumbo, zinco, estanho.

– Ferrosos: ferro, manganês, molibdênio, cobalto, tungstênio, titânio, cromo.

– Precioso: ouro, prata, platina.

– Radioativo: plutónio, urânio, rádio, tório.

Praticamente todos os metais ao longo da vida podem sofrer as consequências da corrosão e tornarem-se materiais inseguros. Entre todos os tipos de deterioração, a corrosão do ferro é a mais famosa, já que é um dos metais que mais rápido se corrói.

No entanto, existem metais que não se oxidam, que são os chamados nobres ou preciosos; por baixa reactividade, é muito difícil que se possam corroer. Estes metais não são muito frequentes na natureza, e isso explica o porquê do seu valor tão alto e não serem usados na indústria.

Agentes corrosivos

Muitos se perguntam como influencia a humidade no processo de deterioração dos objetos. É verdade que a humidade é um dos principais agentes que causam corrosão nos metais. A deterioração começa a ser bastante significativa quando se excede os 60% de humidade.

Mas não só a humidade deteriora os metais, existem outros agentes corrosivos que devemos conhecer:

– Temperaturas elevadas: em temperaturas mais altas é maior o ataque de corrosão.

– Proximidade do mar: as áreas costeiras apresentam maior concentração de sal no ambiente e causam uma maior deterioração dos metais.

– Poluição industrial: nessas áreas há um alto teor de dióxido de enxofre.

 

Tipos de corrosão

É muito importante conhecer os diferentes exemplos de corrosão que existem para poder resolvê-los.

Corrosão geral: é uma deterioração bastante comum que ataca toda a superfície de um metal devido a uma reação química. É um problema muito presente na indústria e pode ser facilmente previsto.

Tipos de corrosão

Corrosão geral

Corrosão localizada: afeta uma zona do metal. Está dividido em três subcategorias:

  • Corrosão puntiforme: causa pequenos furos no metal. Tem uma velocidade de crescimento muito alta e é muito destrutivo, além de ser muito difícil de detectar.
Tipos de corrosão

Corrosão puntiforme

  • Corrosão por fenda: acontece em espaços confinados onde se pode encontrar um líquido estagnado.
Tipos de corrosão

Corrosão por fenda

  • Corrosão filiforme: acontece em forma de filamentos. É típico em superfícies com revestimentos orgânicos, como tinta. E como consequência a estrutura enfraquece.
Tipos de corrosão

Corrosão filiforme

– Corrosão galvânica: acontece quando um metal corrói ao estar em contato com um outro tipo diferente de metal (mais nobre) em um ambiente humido. A presença desse ambiente faz com que os íons metálicos se movam de um metal para outro, causando a oxidação dos menos nobres.

Tipos de corrosão

 

Como evitar a corrosão

Agora que sabemos o que é a corrosão, a que tipo de metais afeta, quais são os agentes corrosivos e que tipos de corrosão existem, podemos resolver o problema.

Prevenção

Se quisermos evitar qualquer tipo de corrosão, podemos realizar uma série de ações preventivas que retardarão a aparência de deterioração nos metais. Por exemplo:

A água e a humidade criam ambientes favoráveis ​​à corrosão, combata este problema mantendo as superfícies metálicas secas. Sempre que possível, o metal deve estar seco para evitar que a água se estanque e cause deterioração.

Se tiver ferramentas armazenadas por um longo periodo de tempo, proteja o metal da humidade com o uso de desumidificadores ou outros produtos que absorvam a humidade.

Se os materiais a serem tratados estiverem ao ar livre, sujeitos a humidade é conveniente que esses produtos sejam feitos de materiais como alumínio ou aço inoxidável, muito mais resistentes à corrosão do que o ferro

Limpe bem os componentes elétricos: cabos, interruptores, etc. Se estes materiais não estiverem secos ou a manutenção adequada não for realizada, eles podem sofrer as consequências da corrosão.

Proteja os materiais: através de tintas especiais de zinco, conseguimos uma excelente proteção ativa contra a oxidação em todos os tipos de superfícies metálicas. O zinco impede que o metal, no qual o produto é aplicado, se oxide.

 

Como eliminar o óxido

Uma vez que a corrosão ocorra, existem métodos e produtos para remover a ferrugem.

Utilize produtos profissionais e prepare a área danificada pela corrosão, eliminando a ferrugem com uma escova de aço inoxidável e usando discos de lâminas para desbastar ou lixar.

Como mostramos no seguinte vídeo, exitem métodos caseiros e profissionais. Recomendamos sempre o uso de produtos profissionais que estão preparados para tratar os materias de forma adquada. Pode usar um desoxidante, um produto ácido adequado para remover a ferrugem de superfícies metálicas, ou um conversor de óxido, que reage com este último convertendo-o em um composto homogéneo que protege a superfície.

Para ver o efeito desses produtos em superfícies afetadas pela corrosão, não perca nosso vídeo! Veja agora!

 

Produto desoxidante

0121152402 Escova manual de aço inox com 4 filas

045831 desoxidante anti-calcário 1kg

 

 

Remover o óxido por abrasão

157129180   disco laminas ceramic 115×22,2 – Grão 80

1571291120 disco laminas ceramic 115×22,2 – Grão 120

1571152212 disco laminas aço 115×22,2 g – Grão 120 Plus

04562 Spray preto opaco blinker – -ral90

 

 

Conversor de óxido

045890 conversor de óxido Blinker

045280 Spray zinco claro blinker – ral 9006 40

 

Diga adeus à corrosão dos metais

Como viu, a corrosão é um fenómeno químico muito presente nos metais dentro do setor industrial. O combate é necessário se quisermos manter a segurança das superfícies e estruturas metálicas.

Agora que sabemos um pouco mais sobre a corrosão metálica, as suas causas, tipologias e como evitá-la, já sabemos como resolvê-la de maneira profissional. E você, já sabia?