Quando trabalhamos, somos expostos a vários tipos de perigos; portanto, ter um bom equipamento profissional para nos proteger contra esses riscos ajuda-nos a evitá-los ou, pelo menos, minimizar os danos sofridos. No nosso post de hoje, falaremos sobre alguns dos pontos importantes dos sapatos de segurança. Tome nota!

Para que servem os sapatos de segurança?

Se falamos do setor industrial, construção, metal ou setor mecânica, veremos que os pés são uma parte muito vulnerável do corpo do trabalhador, pois estão constantemente expostos a impactos, produtos químicos, objetos pontiagudos etc. É essencial que o calçado de segurança usado pelo trabalhador desses setores seja específico para cada caso.

Que tipos de normas devem cumprir os sapatos de segurança?

Conforme declarado na UNE (Associação Espanhola de Normalizaçaão), o calçado profissional é regido de acordo com esses regulamentos, dependendo do tipo de calçado.

  • UNE: EN ISO 20345:2011
  • UNE: EN ISO 20347:2012
  • UNE: EN ISO 20346:2014

Tipos de calçado profissional

Primeiro, devemos diferenciar entre três tipos de calçados profissionais:

  • O calçado de segurança. Letra S e normativa EN ISO 20345
  • O calçado de proteção. Letra P e normativa EN ISO 20346
  • O calçado de trabalho. Letra O e normativa EN ISO 20347

É certo que os sapatos ou botas de trabalho não têm proteção contra impacto?

Pelo contrário, o calçado de segurança e proteção possuem uma biqueira protetora e resistem a impactos de 200J e 100J e contra um impacto de 15KN e 10KN, respectivamente.

Regulamentos

Uma vez que sabemos bem as diferenças, selecionaremos o calçado que melhor se adapte às nossas necessidades. Para isso, os regulamentos diferenciam dois tipos de calçados, dependendo do material de fabricação:

  • Classe I: todo tipo de materiales a excepción de polímeros naturales o sintéticos.
  • Classe II: Polímeros naturais ou sintéticos.

Após esta classificação, as três normativas são classificadas pela seguinte enumeração.

  • B (características básicas) e antideslizante.
  • 1-5

A enumeração seguinte apresenta as características acima, além de algumas adicionais.

Na classe I temos as seguintes enumerações B, 1, 2 e 3 e na classe II, B, 4 e 5.

Em resumo:

 

 

 

Como escolher os sapatos de segurança adquados?

Agora que já sabe que tipo de calçado de proteção é aquele que se adapta melhor ao seu posto de trabalho, o próximo passo é procurar conforto.

Normalmente nestes setores profissionais, são longas horas de pé ou em movimento, portanto adquirir um calçado de segurança confortável ​​deve ser uma das suas principais prioridades para evitar dor ou fadiga nos pés, conforme explicámos no post “ Magoa os seus pés por causa de sapatos de segurança? »

Para isso, o melhor é apostar em sapatos feitos de bom material, pois a escolha de um tipo de calçado mais barato pode levar a um grande problema a nivel de qualidade e conforto.

Escolher um calçado de segurança ligeiro também é essencial para evitar fadiga desnecessária nos pés. Isso pode ser conseguido com a aquisição de calçado que substitui os componentes metálicos por outros mais leves e mais resistentes, proporcionando um calçado de segurança confortável e com excelente proteção.

Para terminar, lembre-se de que o tipo de calçado de segurança que um trabalhador deve usar deve sempre:

  • Cumprir a normativa de segurança.
  • Ajustar-se às necessidades do trabalhador.
  • Garantir conforto.
  • Ser um sapato de segurança de qualidade.

Já sabia todas estas informações sobre o calçado de segurança?